Livraria: Lello e Irmão – Porto, Portugal

A Livraria Lello e Irmão também conhecida como Livraria Chardron ou simplesmente Livraria Lello, ela situa-se na Rua das Carmelitas144, na freguesia da Vitória da cidade do Porto, em Portugal. Em virtude do seu ímpar valor histórico e artístico, tem sido reconhecida como uma das mais belas livrarias do mundo por diversas personalidades e entidades, casos do escritor espanhol Enrique Vila-Matas, do jornal britânico The Guardian e da editora australiana de guias de viagens Lonely Planet.

Livraria-Lello3

A história da livraria começa em 1869 quando foi aberta como casa-editora. Era conhecida como Livraria Internacional de Ernesto Chardron. Após a morte do dono, ela foi comprada por Mathieux Lugan que por fim acabou vendendo o negócio para José Lello. Este, em sociedade com o irmão, António Lello, mais tarde batizou a livraria de: Livraria Lello e Irmão.

Ao entrar na livraria somos envolvidos por um clima mágico. Vitrais no teto, adornos em madeira e livros raros distribuídos por todos os lados tornam o ambiente único. No piso também temos um trilho, onde antigamente um carrinho ajudava no transporte dos livros. O carrinho ainda faz parte da decoração. Mas nada chama mais a atenção do que a impressionante escadaria que leva ao segundo andar. Trabalhada em madeira e com piso vermelho, ela se destaca triunfante no centro da livraria.

Livraria-Lello2

Com projeto do engenheiro Francisco Xavier Esteves, no dia 13 de janeiro de 1906 inaugurou-se o novo edifício da Livraria Lello, no número 144 da Rua das Carmelitas, causando grande impacto no meio cultural da época. De entre as diversas figuras presentes na inauguração, encontrava-se Guerra Junqueiro, Abel Botelho, João Grave, Bento Carqueja, Aurélio da Paz dos Reis, José Leite de Vasconcelos e Afonso Costa.

Livraria-Lello

Existem boatos de que cenas do filme Harry Potter foram gravadas ali, mesmo que não tenham sido, ela  foi a inspiração para a livraria, Floreios e Borrões, do filme, já que a autora J.K. Rownling viveu em Porto e frequentou a livraria. Fotos lá dentro são absolutamente proibidas

Livraria-Lello4

Com o objetivo de se adaptar aos tempos presentes, a livraria modernizou-se, criando-se uma nova sociedade — Prólogo Livreiros, S.A. —, da qual faz parte um dos herdeiros da família Lello. Todo o espaço foi restaurado em 1995, o serviço foi atualizado e informatizado, tendo também sido criado um espaço de galeria de arte e de tertúlia que se tem afirmado como um importante polo cultural da cidade do Porto. A entrada na livraria custa três euros, que são descontados na compra de livros.

Fonte: UmViajante

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s